Publicado por: Roger Stein | 25/11/2010

Glow, a Bíblia da era digital, chega ao Brasil

Com apenas dois cliques do mouse o universo do Livro Sagrado vai se desenhar na tela de seu computador. Assim é a Biblia Digital Glow, um lançamento inovador e interativo. Resultado de uma parceria entre a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e a Immersion Digital, o produto oferece a experiência de explorar e aprender de forma única e completa o mundo bíblico, graças a um conteúdo extremamente rico e envolvente. No total, são 546 passeios virtuais em 360 graus, 2,37 mil fotos em alta resolução, 711 obras de arte, 3h30 de vídeo em alta definição e mais de 140 mapas.

Além desse material, a obra traz, ainda, o texto bíblico nas traduções de Almeida Revista e Atualizada (RA), Almeida Revista e Corrigida (RC), Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) e Tradução Brasileira – todas traduções da SBB e as preferidas pelos cristão brasileiros. Notas e introduções aos livros das Bíblias de Estudo Almeida e NTLH, artigos e quadros da Bíblia da Família e Dicionário da Bíblia de Almeida completam o conteúdo.
Leia Mais…

Anúncios
Publicado por: Roger Stein | 09/10/2010

Fidel Castro: Nenhum povo foi mais caluniado que os judeus

Ele se expressou em uma entrevista na qual opinou sobre temas de grande relevância na atualidade.

Fidel Castro

HAVANA – “Não creio que alguém tenha sido mais caluniado que os judeus” refletiu Fidel Castro em uma entrevista concedida a um jornalista norte-americano, na qual falou, entre outras coisas, sobre Irã, Israel e Estados Unidos, sua percepção sobre os judeus e o antissemitismo.

“Castro iniciou nosso primeiro encontro contando-me que havia lido meu artigo e que este confirmava sua opinião de que Israel e Estados Unidos se dirigiam precipitada e gratuitamente a um enfrentamento com o Irã. Esta interpretação não é de se surpreeender: Castro é o avô do anti-americanismo global e tem sido um duro crítico de Israel. Sua mensagem a Binyamin Netanyahu, o primeiro-ministro israelense, disse, era simples: Israel somente terá segurança se renunciar o seu arsenal nuclear, e o resto das potências nucleares do mundo somente terão segurança se elas também renunciarem as suas armas.

Mas a mensagem de Castro a Mahmoud Ahmadinejad, o presidente do Irã, não foi tão abstrata. Ao largo desta primeira conversa de cinco horas, Castro repetidas vezes voltou a sua crítica ao antissemitismo. Criticou muito a Ahmadinejad por negar o Holocausto e explicou que para o governo iraniano seria mais útil à causa da paz se reconhecesse a história “única” do antissemitismo e tratasse de entender o porquê os israelenses temem por sua vida.

Começou seu discurso descrevendo seus primeiros encontros com o antissemitismo, mesmo sendo ainda um menino. “Recordo-me de quando era pequeno – há muito tempo – quando tinha cinco ou seis anos, e vivia no campo”, disse, “e lembro da Sexta-Feira Santa. Que clima respirava um menino? ‘Silêncio, Deus foi morto’. Deus morria todos os anos entre a quinta-feira e o sábado da Semana Santa, e isso deixava uma profunda impressão em todos. O que aconteceu? E me diziam: ‘Os judeus mataram Deus’. Culpavam os judeus de matarem Deus! Você se dá conta disso?” Leia Mais…

Publicado por: Roger Stein | 04/10/2010

FREE TO BELIEVE

Diga SIM a liberdade religiosa, NÃO a Resolução da Difamação Religiosa.

A Organização da Conferência Islâmica, que compreende 57 países, sendo a maioria de população muçulmana, apresentará mais uma vez a Resolução da Difamação da Religião na Assembleia Geral das Nações Unidas, no final deste ano.

Essa resolução:
– dá ao governo o poder para determinar quais visões religiosas podem ou não podem se expressar nesses países;
– dá ao Estado o direito de punir aqueles que expressam posições religiosas “inaceitáveis”, de acordo com o que eles acreditam;
– torna a perseguição legal;
– visa criminalizar palavras e ações consideradas contra uma religião em particular, nesse caso, o Islã.
– tem o poder de estabelecer legitimidade internacional para leis nacionais que punem a blasfêmia ou, por outro lado, proíbem críticas à religião.

Muitos países apoiaram essa resolução no passado, mas alguns agora estão mudando de ideia. Este ano, existe uma possibilidade real de que ela seja derrotada. E você pode ajudar. Está na hora de mudarmos isso.

Participe da petição global realizada pela Portas Abertas Internacional e una-se a milhares de cristãos ao redor do mundo. O abaixo-assinado será entregue às Nações Unidas em dezembro deste ano. O prazo final para enviar sua assinatura é dia 22 de novembro.

Como posso ajudar? Leia Mais…

Publicado por: Roger Stein | 08/09/2010

Rosh Hashaná – Ano Novo Judeu

Judeus celebram a chegada do ano 5771

Os judeus de todo o mundo, entre eles os quase 6 milhões que vivem no Estado de Israel, celebram a partir desta tarde a chegada do Ano Novo 5771 do calendário hebreu, que marca o aniversário da criação do mundo.

Como o calendário judaico é lunar e feriados judaicos, como as festas muçulmanas, começam ao pôr do sol, que é o início de um novo dia, este feriado começa realmente na quinta-feira, 9 de setembro 2010. Rosh Hashaná (em hebraico: ראש השנה, literalmente “cabeça do ano”. É a primeira das Grandes Festas ou Noraim Yamim (“Days of Awe”), ou Asseret Yemei Teshuva (Dez Dias de Arrependimento).

A festividade, que se prolongará durante vários dias, coincide neste ano com as vésperas da jornada de descanso sabático do judaísmo, caracterizada pela degustação de alimentos doces, símbolos de bons agouros e o som do “shofar”, um instrumento musical feito com couro retorcido de carneiro. Leia Mais…

Publicado por: Roger Stein | 29/08/2010

RESSURREIÇÃO

Publicado por: Roger Stein | 31/07/2010

O JARDINEIRO

Deus é o primeiro, o melhor e o Eterno jardineiro. Olhando para a bíblia, reparo que o dia em que Deus deixa o jardim também é o dia em que todos morremos. Eu nunca ouvi um pregador dizer isso, mas é verdade.

Quando você abre a Bíblia, uma das primeiras histórias que lemos descreve uma paisagem desolada. Há terra e um fluxo de água no chão, mas não há plantas ou ervas. Deus faz o primeiro ser humano, Adão, fora dessa sujeira sem plantas. A ligação etimológica hebraica, diz-nos que a nossa identidade está irrevogavelmente
ligada à terra.

Deus então faz outra coisa surpreendente. Deus planta um jardim em um lugar chamado Éden, gênesis 2:8, e coloca o terráqueo humano ali. Éden significa “alegria”. Deve ter sido incrível, porque o Adão, tendo acabado de sair do chão, agora observa como Deus faz crescer fora da terra toda árvore que é agradável ao olhar e boa para comer.

Deus está criando e não termina com as plantas. Em seguida, Deus faz sair do mesmo chão, todos os tipos de animais e pássaros, esperando que alguém possa ser uma companheira ou parceira para Adão. É então que nenhuma das criaturas revela-se adequada, de modo que Deus usa um pedaço de Adão para dar forma à uma mulher. Ela é a única criatura que não foi diretamente formada do chão, ou da água como os peixes.
Leia Mais…

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias

%d blogueiros gostam disto: