Publicado por: Roger Stein | 13/04/2010

Vinho Novo


João 2:1-11

Sempre me despertou interesse no primeiro milagre de Jesus, o fato de ser uma transformação de água em vinho e não uma cura espetacular, ou até mesmo uma ressureição, isso era algo que me intrigava muito. Eu pensava, porque Ele não se revelou de maneira notória e pública já logo no primeiro minuto. E hoje creio que era dessa forma que Maria também pensava.

Maria tinha a expectativa de ver seu filho coroado rei dos judeus, ela como todos, também esperava pelo libertador de Israel. Mas suponho que nem por alto pudesse passar pela cabeça dessa mãe que a cerimônia de consagração à rei seria como foi.

Mas voltando ao milagre. O cenário era uma festa de casamento judaico, Jesus havia sido batizado a menos de uma semana no Rio Jordão por João Batista. Ele foi convidado para estar ali junto com seus discípulos.

Durante a festa, Maria sua mãe, avisa que o vinho acabou e pede que Ele faça algo. Jesus responde: “Mulher, que tenho eu contigo? Minha hora ainda não chegou”, verso 4, como se nem a conhecesse, o que faz sentido quando lemos o texto de Marcos 3:32,34 “E a multidão estava assentada ao redor dele, e disseram-lhe: Eis que tua mãe e teus irmãos te procuram, e estão lá fora. E, olhando em redor para os que estavam assentados junto dEle, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos.” Jesus não estava desonrando sua mãe, ou a menosprezando, Ele já estava agindo como messias, e não podemos esquecer que no Reino de Deus não há acepção de pessoas, ou partidarismos.

E justamente por isso é que Jesus resolveu intervir na festa em relação à falta do vinho. Acabar a bebida durante uma festa era visto como um escândalo e seria uma desonra para os noivos e o fim da festa. João não narra o motivo da falta de vinho, mas pela apreensão com que Maria fala ao filho, imagino que os próprios responsáveis pediram ajuda a ela.

O casamento judeu diferente de um casamento cristão ou de outras religiões tem todo um significado em cada etapa, desde o dia do casamento até o “Kidushin” a consagração do casamento. Segundo as tradições rabínicas Deus perdoa completamente qualquer pecado que os noivos tivessem cometido até aquele momento, para começar uma vida de noivado pura e livre de pecados.

O vinho acabou!

Compare isto ao seu relacionamento com Deus. A sua festa!

Num primeiro momento isto pode soar desesperador – imagine não ter condições de terminar sua consagração! Calma, naquela e na sua festa, está Jesus.

Imagine Jesus chegando perto dos serventes e olhando para as talhas que os convidados usaram para se lavarem ao entrar na festa, conforme o costume hebreu. Seis grandes potes de água, cada um teria a capacidade de 100 litros. Jesus ordena que encham, e eles o fazem totalmente (verso 7). Em seguida, Ele ordena que levem até o mestre-sala (verso 8). Este experimentou e chamando o noivo disse: “Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho” (verso 10).

O vinho que até aquela altura da festa era bom, acabou. Jesus usou essa metáfora em forma de milagre para começar a nos ensinar sobre o seu Reino. A mensagem que Ele está nos dando é: o relacionamento que você tinha com o Pai, que era bom, será melhor.

Note o texto de Hebreus, capítulo 8, versos de 6 a 13:

“Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de uma melhor aliança que está confirmada em melhores promessas. Porque, se aquela primeira fora irrepreensível, nunca se teria buscado lugar para a segunda. Porque, repreendendo-os, lhes diz: Eis que virão dias, diz o Senhor, em que com a casa de Israel e com a casa de Judá estabelecerei uma nova aliança, não segundo a aliança que fiz com seus pais no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; como não permaneceram naquela minha aliança, eu para eles não atentei, diz o Senhor. Porque esta é a aliança que depois daqueles dias farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, e em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo;  E não ensinará cada um a seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece o Senhor; Porque todos me conhecerão, desde o menor deles até ao maior. Porque serei misericordioso para com suas iniqüidades, E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais. Dizendo Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho, e se envelhece, perto está de acabar.”

Jesus com seu milagre está dizendo que a velha aliança acabou. Aquele relacionamento impessoal, através dos sacerdotes, o legalismo com suas tradições, chegara ao fim.

O momento em que nosso vinho acaba é quando acordamos para nossa real situação frente aos pecados e iniqüidades. Nasce nossa consciência para o arrependimento. Mas, antes de bebermos do vinho novo e do melhor, precisamos passar pela água que nos purifica, a morte do velho eu. Para então ressuscitarmos para Ele, e bebermos o vinho novo, Jesus.

Muitas vezes estamos na igreja, celebrando uma festa que pode acabar a qualquer instante. Não nos preocupamos em saber se estamos com vinho suficiente e se ele é o melhor que está disponível. E quando nos damos por conta, muitas vezes é tarde.

É incrível a misericórdia de Deus, Ele não permitiu que aquele casamento acabasse sem a consagração dos noivos, o perdão para os pecados anteriores à festa. Assim também hoje Ele não deseja que nossas bodas com Ele, acabe por falta de vinho novo.

A antiga aliança da religiosidade, o vinho bom, deve acabar em nossas vidas. E a nova aliança que Jesus nos trouxe, aquela do vinho mais excelente deve se estabelecer, assim como o Seu Reino.

Jesus, que venha Teu reino sobre nós!

Escrito por: Roger Stein

Anúncios

Responses

  1. A paz do Senhor,
    Belas palavras, isto nos faz entender melhor o que Deus tem pra nós.

    Que Deus continue te dando Palavra.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: