Publicado por: Roger Stein | 20/11/2009

DEIXANDO DE ESQUECER


Tu És Senhor, unigênito do Pai
O verbo vivo, Jesus, cordeiro de Deus
A Ti pertence o Reino dos céus
Bendito é Teu santo nome

Perdoa-me por te esquecer
Sim, te esquecer quando peco
Porque se pequei, o fiz deliberadamente
E para isso precisei esquecer-te

Mas não esqueci, como se esquece uma chave
Fiz questão de faze-lo
Procurei esquecer-te
Desejei não lembrar

Já tentei pecar pensando em Ti
Não consegui, Teu temor me impediu
Mas quando procuro esquecer-te
Peco sem que nada mais importe

Pai perdoa-me
Esquecer-te é meu pecado original
Todos os outros são decorrentes
Cada um deles é secundário

Perdoe minha iniquidade e cobre meus pecados
Restabelece minha memória
Restaura minhas lembranças de Ti
Traga-me à mente todos os dias quem Tu és

Te desejo mais do que tudo
Preciso de Ti mais do que o ar que respiro
Sem Ti não vivo, abraça-me
Toma-me por inteiro, para que não viva por mim mesmo

Escrito por: Roger Stein

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: